Brasil

Pesquisa estaca o aumento da participação feminina no mercado de trabalho

A participação da mulher no mercado de trabalho vem apresentando contínuo crescimento. Estas profissionais, que antes eram reconhecidas apenas em micro empresas e áreas mais específicas, hoje já podem ser encontradas ocupando cargos de liderança em grandes organizações e em diversos segmentos.

De acordo com um novo estudo realizado pela Catho Online, site de classificados de currículos e vagas de emprego de maior audiência da América Latina, as mulheres já ocupam mais de 48% dos cargos de Supervisão, igualando-se aos homens, e, 64% dos postos de Coordenação, destacando-se como maioria. Além disso, 24% dos cargos mais elevados das organizações, como Presidentes e CEOs, também já pertencem a estas profissionais.



Também é possível destacar que, em empresas de pequeno porte, existe um maior número de mulheres ocupando cargos de altos níveis, como Presidência e Diretoria, enquanto nas empresas de grande porte, elas representam a maioria em cargos como os de coordenador e encarregado.



Quando se trata da área de atuação as mulheres apresentam maior participação em Recursos Humanos (73%), Educação (62%) e Administrativa (60%). Já as áreas de Tecnologia e ndustrial/Engenharia, por sua vez, continuam sendo as áreas com menor índice de atuação feminina, com 16% e 20%, respectivamente.




“Nos últimos anos as mulheres já conquistaram novos postos no mercado de trabalho, e essa é uma tendência que deve seguir no futuro. Ainda existem áreas, por exemplo, em que predominam os homens, mas essa realidade deve mudar gradativamente. As mulheres já provaram que são excelentes profissionais, tanto quanto os homens. Sendo assim, cada vez mais, a divergência entre os sexos no mundo corporativo está cessando”, afirma Carolina Stilhano, gerente de Comunicação da Catho Online.

O levantamento realizado pela Catho Online, contou com dados do Cadastro Catho, serviço com mais de 480 mil executivos e mais de 200 mil empresas nacionais e multinacionais.

Fonte: Catho

 

TWITTER