Empreendedorismo

Coaching - O peixe morre pela boca!

O peixe morre se abrir a boca, pois será fisgado pelo anzol, já os seres humanos podem definhar se não medirem as palavras pronunciadas. O que você fala realmente tem poder. Vamos entender... O perigo está nas falas do tipo: “eu nunca terei tanto dinheiro assim”, “eu nunca encontrarei alguém para casar”, “eu nunca terei um emprego tão bom quanto o do fulano”. Sabe por quê? Porque ao falar assim, você não se vê com nada disso mesmo, em nenhum momento do seu futuro. E então, para que se esforçar, se nada vai adiantar???

 Enquanto que as pessoas bem sucedidas quando desejam algo, já conseguem se imaginar no momento da obtenção da vitória. Conseguem ver uma cena clara do primeiro dia ingressando na faculdade, ou dentro da casa dos sonhos, ou se tornando o profissional que sempre quiseram. E a partir disso, fazem o caminho inverso, estudam para o vestibular, economizam dinheiro, investem na carreira, pois têm a certeza de que tudo aquilo vai se concretizar. É só uma questão de passar por etapas. Viram a diferença?

 Resultado= Potencial – Interferência. O seu resultado depende do seu potencial (todas as pessoas têm algum potencial, só precisam se descobrir) e pronunciar palavras pessimistas é sim uma grande interferência. Nossa sociedade possui um conceito equivocado sobre sucesso, pois geralmente sucesso é algo que acontece do dia para a noite. Então, você vê alguém no topo e parece que tudo que aconteceu na vida dela sempre deu certo. Mas ninguém sabe dos bastidores. O conceito de sucesso é, na verdade, uma busca incessante por ser/ter melhorias. Ser um melhor pai, um melhor estudante, um melhor profissional e por aí vai. Com o conceito de sucesso do dia para a noite, fica difícil para algumas pessoas reconhecerem que para elas também é possível. É possível, sim, ser alguém melhor independente do ponto que você está agora!!!

Falar faz diferença, pois sua fala se transforma em crença, em hábito e se torna atitude perante a vida. Se você fala sobre um futuro positivo você molda uma atitude positiva e TEM, consequentemente, crenças, hábitos e expectativas positivas diante de tudo.

Finalizo compartilhando uma experiência pessoal. Eu tinha uma viagem de trabalho marcada de uma semana que foi desmarcada em cima da hora. A minha atitude no momento do acontecido não foi diferente de ninguém, afinal ninguém gosta de perder tempo, muito menos, dinheiro. Enfim, após a emoção inicial pensei “Existe algum motivo positivo, para esta viagem não ter dado certo” e acreditei nisso. Pois não é que foi verdade? Recebi uma ligação para um trabalho bem legal que fez diferença não só financeira como, também, para o meu currículo. Estava no lugar certo e na hora certa. Providência divina ou poder da palavra?

Sucesso a todos!

Lunna Dias, Psicóloga, com formação em Positive, Personal e Professional Coaching, Formação como Consultora DISC, Formação de Analista de Cargos e Salários, MBA em Gestão de Pessoas, Especialista em Arte, Educação e Tecnologias Contemporâneas.
Contato: [email protected].
 
TWITTER
MAIS LIDAS
RECOMENDADAS