Capacitação

Curso de corte e costura traz valorização pessoal e desperta o empreendedorismo

 Valdenice Araújo Gomes, moradora da Ilha do Bananal, vai montar seu próprio negócio. A ideia surgiu depois de participar do curso do Senar de corte e costura. “Esse era um sonho antigo que eu tinha e hoje me sinto realizada, já me sinto pronta para abrir meu próprio atelier e viver da costura”, comemora. O curso que a costureira participou foi uma realização do Senar com o Sindicato Rural de Araguaçu em parceria com a Prefeitura Municipal de Araguaçu.
 
As participantes do curso tiveram a oportunidade de aprender a confeccionar peças do vestuário feminino e masculino, como bermudas, camisas, vestidos e saias. Também receberam instruções sobre a melhor forma de operar a máquina de costura doméstica, utilizando técnicas que garantam mais qualidade, produtividade e segurança.
 
Segundo a instrutora do Senar, Maria Luiza do Prado, todas as alunas passaram pelo primeiro módulo do curso que foi de modelagem e também aprenderam a confeccionar se baseando nos moldes criados por elas mesmas. “A criatividade das peças vai depender do aproveitamento da aluna no curso, mas os primeiros resultados mostram que a turma de Araguaçu tem um grande potencial”, destacou.
 
A missão do SENAR, é levar conhecimento até o homem e a mulher do campo e priorizar que esse saber seja transformador de vidas. Nesta atividade em Araguaçu, além da capacitação, o curso de corte e costura foi capaz de oportunizar uma alternativa de renda para as participantes. De acordo com a instrutora, o curso trabalha o comportamento das alunas e a valorização pessoal das mulheres. O resultado sempre aparece.
 
“Eu acreditei e venci. Por isso, eu também acredito que outras mulheres assim como eu poderão vencer. Se a gente quiser, a gente consegue”, destacou Valdenice. Com o incentivo do Senar, a costureira quer conquistar sua independência financeira.
 
Confira mais informações e outras reportagens nos nossos sites (www.faetrural.com.br) (www.senar-to.com.br) e nas redes sociais.
TWITTER
MAIS LIDAS
RECOMENDADAS