Artigos

Você sabe a diferença entre otimismo e esperança?


Otimismo é confiança, é acreditar que as coisas vão dar certo. Enquanto que a esperança é, além de acreditar que vai dar certo, também, identificar qual ou quais os caminhos para chegar lá. Ou seja, envolve ação e mudança.

O fato é que a maioria das pessoas é otimista e possui esperança para saber o que precisa ser feito para conseguir atingir seus objetivos. Mas pouquíssimas pessoas partem para a ação e tomam atitudes rumo à mudança. Por que será? Todos nós, de certa forma, preferimos o comodismo, a zona de conforto e por mais que a situação seja desfavorável, nós ainda conseguimos extrair vantagens dali. Nem preciso dizer que se a pessoa fizesse algo diferente conseguiria muito mais do que o que tem, mas para isso ela precisaria dispender energia, tempo, tranquilidade e todos os supostos “ganhos secundários” que ela tem com a situação. Daí muitos pensam em todo este percurso e decidem ficar como estão, dá menos trabalho, não é verdade?

 Um exemplo prático, a maioria das empresas precisa contratar seus gestores de fora, nem sempre conseguem alguém que já trabalha na empresa para ser promovido. Se você conversar com alguns dos colaboradores vai ouvir dizer que não querem a dor de cabeça de ser gerente, pois a responsabilidade não acaba na hora que batem o ponto para ir embora, pelo contrário, precisarão estar a par de todos os problemas da empresa e estar sempre à disposição. Então, a maioria vai preferir um salário de sobrevivência e ter a tranquilidade. Você acha que eles não querem ganhar mais? Claro que querem, mas nem sempre querem pagar o preço.
Infelizmente, algumas pessoas acreditam que vão atingir objetivos e ter sucesso na vida “de uma hora para outra” ou “sem fazer muitos esforços” no agora. É preciso calcular e planejar e, sobretudo, agir. Nós chamamos de ganhos secundários, mas será mesmo que a mediocridade pode ser chamada de ganho?

Finalizo com a frase de Einstein “Insanidade é continuar fazendo sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes”. Otimismo sim, mas com boas doses de ação.

Sucesso a todos!

Lunna Dias, Psicóloga, Master Coach, Formação como Consultora DISC, Formação de Analista de Cargos e Salários, MBA em Gestão de Pessoas, Especialista em Arte, Educação e Tecnologias Contemporâneas.
Dúvidas e sugestões: lunnadias@smartgroupbrasil.com.br.
 
Leia sobre: Lunna Dias
TWITTER
MAIS LIDAS
RECOMENDADAS